Browsing Tag

beleza natural

Beleza

Descubra 5 ingredientes que você deve evitar nos cosméticos

Você sabia que  uma mulher ingere em média aproximadamente 500 produtos químicos por dia na forma de cosméticos?

A pele é o maior órgão do corpo humano, e tudo que colocamos nela é absorvido e chega até a nossa corrente sanguínea. Ela absorve em média 60% de qualquer produto tópico que usamos. Por isso, há quem diga que “só coloca na pele aquilo que pode colocar na boca”. Eu não fazia ideia de quão tóxico os cosméticos podem ser até começar a ter reações alérgicas aos esmaltes. Foi então que tomei conhecimento do uso de toluenos, parabenos e outros químicos usados pela indústria cosmética e seu potencial danoso.

Por sorte o meu corpo deu sinais de que tinha algo que não estava funcionando bem para ele. Minha pele, principalmente nas pálpebras, começava coçar muito, ficava vermelha e irritada. Demorou mais de um ano para descobrir porque isso estava acontecendo, já que eu nunca havia apresentado nenhuma alergia até então. Confesso que a princípio detestei essa reação, já que na época os únicos esmaltes livres desses ingredientes eram importados e por isso o preço era altíssimo, mas hoje fico feliz por ter descoberto e mudado algo que poderia ter me feito um mal muito maior no futuro.

O fato é que como na maior parte das coisas em nossas vidas, seguimos o fluxo e não nos perguntamos qual efeito que as nossas práticas diárias tem em nossa saúde. Isso inclui desde o que comemos até o uso de desodorantes. Todo mundo come agrotóxicos, todo mundo usa desodorantes, o mercado está cheio deles, então é seguro, certo? Não necessariamente. A pele é uma das principais vias de eliminação de toxinas. Mesmo assim, os produtos de higiene e de beleza disponíveis no mercado são altamente ricos em químicos prejudiciais a saúde.

Leia a seguir quais produtos você deve tomar mais cuidado antes de usar:

Parabenos: Esses preservativos são usados em produtos de higiene pessoal, cosméticos e até em produtos para bebês. Foram associados a interrupção do funcionamento adequado do sistema endócrino e alergias severas.(1)

Toluenos: É um derivado do petróleo usado em esmaltes e cosméticos. Essa neurotoxina pode afetar a função cerebral e o sistema nervoso central. Também pode interferir no desenvolvimento normal do feto e na infância.(2)

Alumínio: Esse metal amplamente usado pode ser encontrado em quase tudo, desde desodorantes antiperspirantes a pastas de dente e shampoo. Como alguns desses produtos por exemplo, o desodorante, é aplicado a pele próxima as mamas, há uma grande preocupação de quando esse metal é absorvido pode causar um efeito análogo ao estrogênio, prejudicando o sistema endócrino e tendo um efeito potencialmente carcinogênico.(3)

Sodium Lauril Sulfato: Esse químico industrial foi desenvolvido para limpar e fazer espuma. É encontrado tipicamente em shampoo, sabonetes líquidos e pastas de dente. Apesar de não ser fundamentalmente prejudicial, a etoxilação (processo de industrialização química) forma como resultado o 1,4- dioxano que é carcinogênico e pode interferir no sistema imune.

Formaldeído: Esse composto tóxico altamente volátil é encontrado principalmente em esmaltes e produtos para alisar o cabelo. É volatilizado no ar e é tóxico para o sistema nervoso, para o fígado e carcinogênico.(2,3)

A ideia desse post não é assustar vocês e instaurar o caos. Você não precisa tomar uma decisão drástica e jogar toda a prateleira do seu banheiro fora. Mas não deixe aquele pensamento comum de que – hoje em dia não temos saída, tudo causa câncer mesmo – tome conta de você (estranho, mas ouço muito isso). O importante é termos consciência de quantos e de como estamos usando esses produtos. Será que realmente precisamos de 3 ou 4 tipos de produtos diferente para o cabelo, hidratantes, perfumes, maquiagens, removedor de maquiagem e tudo mais todos os dias?

Comece lendo a lista de ingredientes dos seus cosméticos e quando identificar algum desses componentes limite ou reduza o seu uso. Eu tenho usado produtos totalmente naturais e meu corpo está respondendo muito bem. O óleo de coco é o meu produto coringa, e você pode ler aqui como incluir na sua rotina. Na próxima vez que você for as compras, procure por produtos que contém ingredientes naturais como manteiga de karité, óleo de amêndoas, óleos essenciais naturais e evite comprar novos produtos que contenham toxinas, fragrâncias artificiais e minerais.

O que você acha? Tem alguma marca ou algum produto que você recomenda?

Gostou? Compartilhe!

 

Beleza

Como melhorar a sua pele através do Ayurveda

Ayurveda, que em sânscrito significa ciência da vida, é a ciência indiana da medicina natural cujos escritos datam mais de 5.000 anos,  e funciona como um guia de estilo de vida para o bem-estar de um indivíduo, e principalmente como um poderoso sistema de medicina que proporciona resultados duradouros abordando as causas fundamentais da doença.

Dentro da Ayurveda, a relação entre os seres humanos e seu meio ambiente é considerada sagrada e manter esse equilíbrio é fundamental para o nosso bem-estar, já que segundo essa ciência tudo no universo é composto por cinco elementos básicos: éter (espaço), Água, Fogo, Terra e Ar. Eles se manifestam na constituição humana em três doshas básicos: Vata (éter, ar), Pitta (fogo e água) e Kapha (Terra e Água). Dosha pode ser ententido como um biotipo, e compreender o seu dosha ajuda a direcionar as escolhas de estilo de vida, bem como diagnosticar as causas do desequilíbrio no seu corpo.

Para simplificar, as doenças (desde o estresse que causa acne a dores de estômago) se originam quando há um desequilíbrio. Todos os tratamentos Ayurvedicos tem como objetivo trazer de volta esse equilíbrio. O excesso simultâneo dos 3 doshas é a causa de todas as desordens de pele, mas um dosha geralmente é predominante para cada condição.

Problemas de pele estão entre as queixas mais comuns no meu consultório, principalmente nas mulheres. Apesar de cada dosha ser definido por inúmeras características e elementos, hoje estamos falando sobre pele e antes de começar é importante que você identifique o seu biotipo na Ayurveda:

Vata: a pele tende a ser ressecada e com uma tendência a rugas. É fria ao toque e muitas vezes este tipo de pele é mais propensa a experimentar secura excessiva, podendo apresentar fissuras ou úlceras, descamação e até mesmo eczema em períodos de stress.
Pitta: a pele é normalmente suave, oleosa, clara ou pálida e quente ao toque. Este tipo de pele é mais propenso a erupções cutâneas, dermatites, acne e feridas quando está enfrentando um desequilíbrio.
Kapha: a pele é espessa, oleosa, normalmente muito leve e fresca ao toque. Em uma pele tipo Kapha é comum visualizar poros dilatados, cravos e retenção de água em momentos de desequilíbrio.
Agora que você já descobriu seu tipo de pele, vamos começar a explorar rituais ayurvédicos que trabalham para restaurar a beleza. Aqui estão três áreas da vida em que é crucial ouvir o seu dosha e entrar em ação para corrigir quaisquer desequilíbrios e melhorar a qualidade de sua pele:

1. Alimentação
Alimentos e água são a principal forma de nutrição para a sua pele, por isso, alimente-se bem e coma para seu biotipo ou dosha. A Ayurveda recomenda alimentos frescos e sazonais. O mais importante aqui é que alimentos incompatíveis criam toxinas, que por sua vez criam o desequilíbrio em seus doshas básicos.

2. Estilo de vida e exercício

Praticar uma atividade física e ter um sono de qualidade têm um enorme impacto sobre a saúde e vitalidade da sua pele, assim como técnicas de redução de estresse. Este é um importante gatilho de afecções como a acne até a psoríase. Exercite-se 5 vezes por semana até suar. O suor é uma importante via de eliminação de toxinas que podem prejudicar a pele. Yoga e meditação (ou apenas uma respiração mais lenta e profunda) são ótimas ferramentas para alcançar os três ao mesmo tempo.

3. Cuidados com a pele

Vata: Este tipo de pele seca rapidamente e é especialmente vulnerável a mudanças no clima. A pele Vata deve ser protegida do calor e frio extremos, e cuidada para reter seus óleos naturais e umidade. Evite banhos de água quente e certifique-se de usar sabonetes com um pH equilibrado, além de beber muita água para que a hidratação ocorra de dentro para fora. Adicione folhas de hortelã na sua pele em um banho quente com bastante vapor para abrir os poros e aumentar a circulação. O abacate é rico em antioxidantes e também ótimo para a pele Vata, já que é rico em ácidos graxos e vitamina E. Aplique o abacate amassado sobre a pele para hidratar por 15 a 20 min e depois lave no banho.

Pitta: Esta pele é muito suscetível a erupções cutâneas, por isso precisa ser tratada com cuidado. A limpeza com água de rosas, uma esfoliação de açúcar e mel e hidratação com óleo de coco são ótimas opções.

Kapha: Este tipo de pele é geralmente oleosa e propensa à acne, por isso é importante evitar laticínios em sua dieta. Em relação a cuidados da pele, esfoliação com sal marinho e mel é uma boa opção, assim como adicionar açafrão a sua comida.

É importante lembrar, que segundo a Ayurveda, o corpo leva de 3 a 5 anos para se acostumar a mudanças de hábitos e climáticas. Esse é um dos motivos porque é sugerido que mudanças em direção a um estilo de vida saudável devem ser feitas gradualmente. Leva tempo para um corpo intoxicado se purificar, novas células crescerem e uma nova forma de vida e saúde ser criada.

O meu dosha predominante é Pitta e o óleo de coco tem sido perfeito para a minha pele. Como é a sua e o que você tem feito que tem dado certo? Se você quiser descobrir seu dosha ou saber mais sobre Ayurveda, dicas de beleza natural ou qualquer outra coisa, entre em contato por aqui para agendar uma conversa comigo.

Gostou? Compartilhe!

Referências:

1- Tirtha, Swami S. S. The Ayurveda Enciclopedia: Natural secrets to Healing, Prevention and Longevity. Bayville/ NY: Ayurveda Holistic Center Press, 2005

Beleza, Dicas

5 maneiras de usar o óleo de coco como cosmético natural

Depois de mudar a minha alimentação, começei a ouvir algo, que me pareceu muito chocante na primeira vez, mas que depois fez totalmente sentido: Só coloque na sua pele o que você coloca na boca. Isso parece muito estranho e realmente extremo, não me lembro a última vez que eu comi rímel com blush no almoço. (foi o que pensei a princípio). Até eu começar a ter alergias de pele que aumentavam cada vez mais. As minhas pálpebras coçavam, ficavam vermelhas e começavam a descamar, e nada que eu usasse de medicação ajudava a melhorar.

O primeiro passo em direção a melhora foi há mais de 6 anos quando parei de usar esmaltes que contém formol, tolueno e parabeno e começei a ver uma melhora parcial das alergias.

A questão é que a nossa pele tem um grande poder de absorção e tudo que colocamos nela é absorvido na corrente sanguinea. Você já deu uma olhada na lista de ingredientes do seu desodorante? Do seu hidratante corporal? Do seu sabonete de rosto? Pois é, são inúmeros compostos químicos, que se combinam aleatoriamente e agem como compostos estranhos ao nosso organismo, causando reações inflamatórias, que no meu caso se manifestaram como essas alergias descritas acima.

Foi então, buscando produtos de beleza naturais e livres de compostos químicos que começei a usar o óleo de coco como hidratante corporal e facial, como removedor de maquiagem, loção pós sol e hidratante de cabelo. Sim,  tudo isso mesmo, em apenas um produto! Eu posso dizer que essa foi uma das melhores escolhas que já fiz, porque além de economizar muito dinheiro, eu também economizo espaço na mala quando eu viajo, porque ao invés de levar várias embalagens diferentes que enchem a minha necessaire eu levo apenas o óleo de coco.

  • A noite eu uso uma pequena quantidade de óleo de coco no meu rosto como hidratante e sempre acordo sentindo a minha pele muito melhor do que estou acostumada. Isso acontece porque o óleo de coco é rico em vitamina E, que estimula o crescimento e a reparação de células da nossa pele, protegendo contra o envelhecimento e rachaduras da pele e dos lábios, ao mesmo tempo que a deixa muito lisa e macia. Também é rico em certas proteínas, que são essenciais para a reparação das células, acelerando o tempo de reparação, o que ajuda a deixar a sua pele com uma aparência mais fresca e radiante.
  • Pelas mesmas razões, o óleo de coco também é uma máscara para o cabelo impressionante. Eu tento aplicá-lo durante a noite, uma vez por semana ou mais para manter meu cabelo macio e brilhante. É só adicionar cerca de uma colher de sopa de óleo nas pontas, em seguida, escovar para ter certeza de que o óleo de coco está uniformemente distribuído. Para remover a máscara, basta lavar com xampu e condicionador algumas horas mais tarde ou na manhã seguinte. Eu evito colocar o óleo de coco na raíz já que é mais difícil de lavar e pode deixar o cabelo bem oleoso.
  •  Outro uso diário de óleo de coco é como removedor de maquiagem. Eu sei que isso pode soar estranho, mas na verdade eu nunca encontrei nada que remova tão bem a maquiagem dos olhos. É só esfregar uma quantidade do tamanho de uma ervilha sobre ambos os olhos e a maquiagem começa a derreter, é incrível! E melhor ainda, ele também hidrata os cílios e eles nunca caem- algo que sempre acontecia comigo quando eu usava um lenço ou algodão com demaquilante.
  • Também é muito bom como hidratante corporal, e é tão eficaz que eu normalmente uso uma vez por semana e minha pele já fica bem macia. Você não vai precisar de muito. Para todo o corpo eu provavelmente uso duas colheres de sopa ou mais, e eu normalmente faço isso antes de eu ir dormir para deixar a minha pele absorver durante a noite. Eu faço a mesma coisa depois de tomar sol e é super calmante, por isso é especialmente bom para refrescar quando a pele está quente e vermelha pelo excesso de sol.
  • E por último, eu uso o óleo de coco para fazer um bochecho (da mesma forma que fazemos com flúor). Este é um tema bastante interessante e requer um pouco de explicação, então eu vou guardar isso para outro post – mas envolve fazer um bochecho com óleo de coco todas as manhãs para limpeza. Pode parecer loucura, mas essa técnica da Ayurveda impressionante é algo que eu realmente aprendi a amar, apesar de ter sido muito cética em relação a isso no início.

Espero que vocês tenham aprendido um pouco mais sobre a versatilidade desse superalimento fantástico que é o óleo de coco e que traz inúmeros benefícios para a saúde em diferentes aspectos!

Gostou? Compartilhe!