Browsing Tag

saúde integrativa

Saúde Integrativa

10 sinais de que você está sob estresse

Se você tem acompanhado o que eu tenho compartilhado já deve ter lido aqui sobre os efeitos do estresse em nossa saúde. O estresse é um fator comum a maioria das pessoas que consultam comigo.  Às vezes estamos em um ritmo tão acelerado e automático que acabamos achando que “estar estressado” é o nosso estado “normal” de ser.

O nosso corpo e mente não são sutis. Eles estão constantemente enviando sinais. Às vezes ouvimos e: comemos quando temos fome, bebemos quando temos sede, e de preferência dormimos quando cansados. Mas será que somos tão sensíveis quando a causa do nosso desconforto é o stress?

Eu já tive mais de uma paciente que no início do acompanhamento comigo referiu não sentir fome, sede ou vontade de ir ao banheiro. Na maioria das vezes, quando o nosso corpo e mente estão desesperadamente tentando nos desacelerar, nós fingimos não ouvir. Apesar disso, os sintomas de estresse são altos e claros. Você sabe quais são?

Aqui estão os dez principais sintomas de stress:

1. Insônia

2. Dores de cabeça

3. Dor no pescoço / dor nas costas

4. Pressão arterial elevada

5. Falta de ar

6. Problemas gastrointestinais (prisão de ventre, diarreia, gases, dor abdominal, azia, refluxo)

7. Irritabilidade

8. Fadiga

9. Irregularidades menstruais

10. Choro

Você tem algum destes sintomas? Se sim, seja honesta consigo mesma. O que você faz quando você experimenta qualquer um deles? Pára, pensa sobre possíveis causas para os sintomas e cuida melhor de si mesma? Ou você simplesmente toma um comprimido?

Se você pesquisar os medicamentos mais vendidos, irá perceber que quase todos eles são direcionados a tratar exatamente esses mesmos sintomas de estresse. Isso só pode significar uma coisa.

Nossos corpos estão fazendo o melhor que podem para nos enviar um sinal claro de que não estamos fazendo um bom trabalho cuidando de nós mesmas. Este é o significado de nossos sintomas de estresse. Mesmo assim, tratamos os sintomas com medicação, em vez de gerenciar nosso estresse.

Uma dor de cabeça? Ibuprofeno ou paracetamol. Fadiga? Café, chá ou uma bebida energética. Sintomas gastrointestinais? Antiácidos ou inibidores da bomba de prótons. Estes vários comprimidos funcionam. Eles fazem sintoma melhorar ou desaparecer completamente. Certo?

Porém, o que falta nesta equação é a noção de prevenção do stress. Fazer um sintoma desaparecer  temporariamente não é o que seu corpo precisa. O que ele realmente precisa é que você descubra por que esse sintoma está acontecendo em primeiro lugar, ou seja, qual é sua causa.

Quando você tem uma dor de cabeça de tensão, o seu corpo está lhe dizendo que ele precisa de alguma coisa: mais sono, ou menos ansiedade sobre seu trabalho ou de mais atenção na sua vida pessoal. Quando você tem uma digestão ácida por exemplo, precisa de menos cafeína, dias de trabalho mais curtos e mais divertidos.

A próxima vez que você experimentar algum desses sintomas, pare e ouça. Antes de correr para o seu armário de remédios ou para sua farmácia local, perceba que seu corpo está tentando lhe dizer alguma coisa. Então, ouça e aprenda.

Se você quiser conversar sobre como ouvir e identificar o que o seu corpo está precisando, clique aqui. Vou adorar lhe mostrar o quão entusiasmante e divertido pode ser cuidar de si mesma!

Gostou? Compartilhe!

Artigos, Saúde Integrativa

Nutrigenômica: controlando os genes através da alimentação

” Que o alimento seja o remédio, e que o remédio seja o alimento “

Essa frase antiga escrita pelo Hipócrates, pai da medicina moderna foi deixada de lado aqui no ocidente por muito tempo. Felizmente as coisas estão mudando e cada vez mais estamos descobrindo o verdadeiro potencial dos alimentos para a nossa saúde.

As propriedades terapêuticas dos alimentos sempre foram muito polêmicas. Desde 2004, com o término do Projeto Genoma Humano e a decodificação do nosso DNA, muitas coisas começaram a ficar claras nesse terreno. Apesar de termos um número consideravelmente pequeno de genes ( 25.000 em cada célula) comparando a outras espécies, os cientistas descobriram recentemente maneiras de controlar esse modesto número que possuímos, ao que chamaram de epigenética. Essa ciência explica como podemos mudar a atividade dos genes sem mudar a sequência genética.

Uma das formas que podemos influenciar os genes sem alterar sua estrutura básica é através dos alimentos que comemos. O impacto da nutrição sobre os nossos genes é chamado de nutrigenômica. Podemos dizer que os nossos genes carregam a arma e o nosso estilo de vida puxa o gatilho. Os alimentos conversam com os nossos genes e mandam mensagens de saúde e doença.

Vamos analisar de uma maneira diferente: Nossa garfo é tão poderoso que ele pode não só transportar alimentos para a nossa boca, como também pode ser usado como um interruptor genético liga/desliga para alterar o nosso peso, pressão arterial, colesterol no sangue, o crescimento do câncer, e até mesmo as nossas chances de envelhecimento saudável.

Até agora, a maioria dos estudos em nutrigenômicos foram realizados com uma dieta a base de plantas, ou seja, vegana, e com baixo teor de gordura, a chamada dieta Ornish. Os resultados desses estudos são realmente incríveis:

1. Uma dieta baseada em vegetais pode desativar genes do câncer de próstata.¹

2. Uma dieta baseada em plantas retarda o envelhecimento.²

3. Uma dieta baseada em vegetais melhora a inflamação, o peso e a saúde vascular.³

Quando Hipócrates escreveu há 2.400 anos “Que o alimento seja o remédio”, imagino que ele não fazia idéia de que experiências científicas um dia provariam suas ideias. Comida não é apenas uma fonte de calorias que contêm proteínas, carboidratos e gorduras, é muito mais do que isso. É uma grande fonte de fitonutrientes, moléculas químicas das plantas que não são proteínas, caroboidratos, ou qualquer outro macro ou micronutriente, e que interagem com a sua biologia. Comida é informação.

“Você é o que você come”  um ditado popular tão antigo nunca fez tanto sentido. Por isso, tenha consciência de que os alimentos que você está ingerindo são de boa qualidade, orgânicos, frescos e naturais, pois eles irão se tornar suas células, sua pele, seus cabelos, você.

Como você está controlando seus genes? Seus alimentos estão enviando mensagens boas ou ruins?

A sua saúde está em suas mãos e você tem o poder de controlar isso.

Espero que esse post ajude a você tomar boas decisões em relação a sua saúde!

 

Gostou? Compartilhe!!

 

 

1- D. Ornish, M.J. Magbanua, et al. Changes in prostate gene expression in men undergoing an intensive nutrition and lifestyle intervention. Proc Natl Acad Sci U S A. 2008 Jun 17;105(24):8369-74. doi: 10.1073/pnas.0803080105. Epub 2008 Jun 16.

2- D. Ornish, J. Lin, et al. Effect of comprehensive lifestyle changes on telomerase activity and telomere length in men with biopsy-proven low-risk prostate cancer: 5-year follow-up of a descriptive pilot study. The Lancet Oncology. 2013 Oct;14(11):1112-20. doi: 10.1016/S1470-2045(13)70366-8. Epub 2013 Sep 17.

3- D.L Ellsworth, D.T Croft, et al. Intensive cardiovascular risk reduction induces sustainable changes in expression of genes and pathways important to vascular function. Circulation. Cardiovascular Genetics. 2014 Apr;7(2):151-60. doi: 10.1161/CIRCGENETICS.113.000121. Epub 2014 Feb 21.

Dicas, Receitas, Saúde Integrativa

Desintoxicando após o feriado

Ontem foi a minha primeira detox do ano, e eu passei o dia todo tomando apenas líquidos -sucos desintoxicantes, água e chás. Eu estava sentindo que meu corpo estava precisando de um tempo para se equilibrar já que nos últimos dias eu saí da minha rotina alimentar e quase não pratiquei yoga na ultima semana.

No ano passado eu fazia essa detox com líquidos uma vez por semana, às segundas feiras, e estou me planejando para voltar a fazer a partir de agora. Eu me sinto muito melhor no outro dia – mais leve, sem inchaços, o intestino funcionando melhor, com a pele mais limpa e com mais energia – então o esforço realmente vale a pena.

O mais incrível em fazer um jejum de suco – ou em inglês, popularmente chamado de Juicing – é que eu posso observar que a maior parte das vezes que eu tenho vontade de comer alguma coisa,  primeiro me pergunto se realmente é fome que estou sentindo, e poucas vezes a reposta é assim. Em geral, acabo buscando comida por ansiedade, por descontrole, ou até mesmo por confundir fome com sede. Então essa é uma ótima forma de aprender a escutar e conhecer o seu corpo.

Nesse documentário, você vai descobrir como o Juicing, ou jejum de sucos, mudou a vida de várias pessoas!

Abaixo, seguem as receitas de todos os sucos que eu tomei ontem. Elas podem servir de base e inspiração e você pode adaptar com os ingredientes que tiver em casa. Use a sua criatividade! Leia mais informações sobre como fazer seu suco detox nesse post guia completo do suco verde.

Receitas:

dramarcellauliana.saude.integrativa-berrie-detox

Berrie detox

2 talos de salsão

1/2 xícara de morangos (eu usei congelados)

1/2 xícara de mirtilos

um punhado de cerejas frescas sem caroço (opcional)

2 cenouras

suco de uma laranja

1 xícara de água de coco

1 colher de sopa de chia

1 colher de chá de clorofila do trigo

1 colher de sopa de romã em pó

 

dramarcellauliana-saude-integrativa-suco-detox-manga-espinafre-castanha-caju

Suco de manga, espinafre e castanha de caju

1 manga sem o caroço

2 bananas

1 xícara de espinafre

1 xícara de água

½ xícara de castanha de caju

1 colher de sopa de chia

1 colher de chá de maca peruana

suco de 1 limão

 

Suco de abacaxi, hortelã e  gengibredramarcellauliana-saude-integrativa-suco-detox-abacaxi-hortela-gengibre

2 rodelas de abacaxi

1/2 xícara de hortelã fresca

2 folhas de couve sem o talo

1 xícara de pepino cortado em fatias

1 pedaço de gengibre (aproximadamente 1,5 cm)

1 xícara de água de coco

1 colher de sopa de linhaça

1 colher de chá de clorofila do trigo

suco de 1/2 limão

 

Suco de pera, maçã e couvedramarcellauliana-saude-integrativa-suco-detox-maca-pera-hortela

1 pera

1 maçã

2 folhas de couve

2 talos de salsão ou aipo

suco de 1/2 limão

1 colher de sopa de chia

1 colher de chá de óleo de coco

 

Espero que essas receitas ajudem a deixar o seu dia mais saudável! É simples, você pode começar tomando um suco por dia e estará ótimo, pois irá sentir muita diferença. Depois, vá aumentando a medida que você se sentir mais confortável e com segurança para fazer uma detox completa.

Amanhã eu vou postar as minhas dicas preferidas para quem está pensando em fazer uma detox, então não deixe de acompanhar!

Se você acha que está precisando fazer uma detox, restaurar o equilíbrio do seu corpo, ou está em busca de auto-conhecimento, envie um email para saber como o meu programa de coaching em saúde integrativa pode ajudar!

Gostou? Compartilhe!

 

Dicas, Saúde Integrativa

Sendo realista

Quando as pessoas querem perder peso e chegam para a primeira consulta comigo, já tomaram a decisão de transformar seu corpo para melhor. Estão cansadas de se sentir desconfortáveis em seu próprio corpo, então, decidiram tomar uma atitude.

Aqui estão os seus objetivos:

  • Comprar roupas de tamanhos menores para motivar-se para chegar a esse tamanho o mais rápido possível
  • Ir para a academia por três horas todos os dias
  • Pular uma refeição todos os dias para reduzir calorias
  • Nunca comer um único grama de carboidratos ou açúcar novamente
  • Perder pelo menos 5 quilos por semana, assim como aquela celebridade fez na última dieta.

Porém, a realidade é esta:

  • Talvez seu tamanho objetivo não deve ser realmente um P, dependendo do sua estatura e altura.
  • Você é muito ocupad@ para malhar tanto! Além disso, exercitar-se por muitas horas só vai te estressar e suprimir seu estilo de vida de qualquer maneira.
  • A menos que você seja um atleta profissional de alta performance, não há nenhuma razão para fazer isso a si mesm@.
  • Pular refeições não é a resposta. Seu corpo não vai ser enganado tão facilmente e vai compensar a deficiência de calorias mais tarde, dando-lhe vontade de comer coisas que você provavelmente não deve comer.
  • Os carboidratos não são ruins para você. Sim, provavelmente você deve diminuir um pouco a quantidade que você come de carboidratos, mas isso é porque comemos muitos deles. Você ainda quer comê-los – apenas os tipos certos e não muitos. Caso contrário, você vai ficar mal-humorad@, frac@ e cansad@.
  • Por último, 0,5 a 1 kg por semana é mais real do que 5 kg por semana, a menos que você passe fome e exercite-se 6 horas por dia, sem nenhum estresse em sua vida para te atrapalhar.

Por favor, não cometa o mesmo erro outra vez. Quando nos submetemos a alcançar padrões altíssimos, muitas vezes acabamos ficando sobrecarregad@s, frustrad@s e desistimos no meio do caminho.

Escolha seus objetivos com sabedoria. Não prepare-se para o fracasso! Seja razoável.

 

Acompanhe meu próximo post sobre como ser razoável quando em busca de uma alimentação saudável.

 

Espero que esse post tenha lhe ajudado a estabelecer objetivos reais e acessíveis para você e seu corpo.

 

Beijos com saúde!!

Dra. Marcella

 

Gostou? Compartilhe!